Publicado em

Quando o uso do crachá é obrigatório?

cracha_etimologia_perisse_gabriel

cracha_etimologia_perisse_gabrielA utilização do crachá é um tema controverso no mundo corporativo. Embora se trate de um item essencial para a segurança das empresas e de seus próprios colaboradores, ainda é comum encontrar funcionários que se oponham ao uso. Diante disso, muitos gestores e administradores têm dúvidas com relação à sua obrigatoriedade e de que forma é possível incentivar o uso dos crachás.

O que diz a legislação

Não existe lei que proíba ou obrigue a utilização de crachás pelas empresas. Por isso, é possível que as organizações adotem um sistema de identificação de acordo com a sua necessidade. No entanto, por se tratar de um instrumento essencial para a identificação e segurança, a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) permite que o empregador utilize seu poder diretivo para estabelecer a obrigatoriedade do uso do crachá através de políticas internas da empresa.

Por meio de acordos ou convenções coletivas de trabalho, a empresa pode estabelecer regras para a utilização do crachá e sanções para o seu uso inadequado. Desta forma é possível responsabilizar o colaborador, por meio de advertência ou suspensão, caso não esteja portando seu crachá, ou ainda, utilize o crachá de terceiros para registrar o ponto, por exemplo.

Vale destacar que eventuais sanções aplicadas ao empregado devem ser razoáveis, para que não sejam reconhecidas como abuso de poder por parte da empresa, e questionadas diante da Justiça Trabalhista.

Ao adotar os crachás, a empresa não esta obrigada obedecer a um modelo padrão. É possível, portanto, inserir os dados de seus colaboradores da maneira que for mais conveniente para o seu sistema de identificação.
Por fim, uma vez considerado obrigatório o uso, a empresa deve arcar com a reposição caso haja um desgaste natural do crachá. No caso de perda ou má utilização, é possível que o colaborador arque com a segunda via.

Exceção: empresas de transporte

O Ministério do Trabalho e Emprego, por meio da Norma Regulamentadora 11 (NR 11) tornou obrigatória a utilização do crachá para empresas que realizam o transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.

Assim, operadores de equipamentos de transporte motorizado, tais como guindastes, empilhadeiras, guinchos, entre outros; devem contar com um cartão de identificação, contendo nome e fotografia em um lugar visível.

Incentivando o uso do crachá

Mais do que estabelecer a obrigatoriedade e a aplicação de sanções, as empresas devem incentivar o uso do crachá, demonstrando sua importância aos colaboradores. Em geral, políticas internas que comprovam a utilidade e os benefícios do uso do crachá costumam ter mais adesão por parte dos colaboradores.

Muitos funcionários se opõem ao uso do crachá quando este item é utilizado como uma forma de discriminação. Empresas que desobrigam o uso do crachá para cargos de alto escalão, muitas vezes acabam não incentivando o seu uso e gerando desconforto entre os colaboradores. É importante que o exemplo também venha de cima.

Fonte: Rapicard

Publicado em

Bobinas PDV, quais os tipos mais usados

bobin

bobin

Investir faz parte de umas das técnicas mais usadas para fazer o negócio “decolar” e se tornar verdadeiramente rentável.

Sem fazer as aplicações e investimentos certos, não há como ter esse retorno e de toda forma, sua empresa precisa de recursos e materiais para que possa continuar trabalhando e se desenvolvendo, concorda?

As matérias-primas são as ferramentas mais importantes para que as vendas aconteçam, ainda mais quando se fala em bobinas PDV.

As bobinas PDV têm muitas utilidades e são essenciais para a alimentação do negócio, ou seria possível vender sem imprimir o comprovante para o cliente? Não. Os clientes desejam comprovantes de tudo que consomem e compram, por esse motivo, as boninas são tão importantes para a boa sobrevivência do negócio!

 

Para que servem as bobinas?
Para uma infinidade de usos, como:
  • Para uso de calculadoras.
  • Para impressão nas máquinas de fax.
  • Para impressão de cupom fiscal.
  • Para o comércio em geral.
  • Para os equipamentos de automação bancária.
  • Para as maquinetas de cartão de crédito.
  • Para as máquinas de relógio de ponto.
  • Para empresas ou pessoa física.

Como você pode ver, as boninas PDV fazem parte das necessidades mais essenciais e básica de qualquer tipo de empresa, e por isso merecem a devida atenção para que o negócio jamais pare de funcionar e trazer retorno financeiro.

Vantagens de utilizar bobina PDV

A grande vantagem está associada a 3 pilares:

  • Padronização.
  • Logotipo.
  • E rápido acesso e impressão da venda ou ação/ fax, calculadora e etc.

 

ESPECIFICAÇÕES DAS MATÉRIAS-PRIMAS DAS BOBINAS

Bobinas com papel offset branco alcalino com alvura intensa – são utilizadas para calculadoras.
As bobinas PDV podem ser feitas com papel autocopiativo com intensa legibilidade.
As boninas também podem ser feitas com papel térmico, sendo usada para fax, tendo assim, condições de ter contato térmico, sem que nenhum dos recursos, seja danificado.

QUAIS OS TIPOS MAIS USADOS?

Os tipos mais usados são os que podem ser trabalhados em:

Máquinas de fax – para pessoa física ou jurídica.
No mercado geral de varejo ou atacado.
Para emissão/ impressão de cupom fiscal.
Para máquinas calculadoras, que possuam saída em fitas de papel.
Bobina térmica amarela ou na cor palha para emissão de comprovantes ou extratos para caixa eletrônicos ou para impressão de compras no cartão de crédito.
As montagens são feitas pela PAMA com muito carinho e além disso, o cliente ainda recebe as bobinas PDV em uma caixinha.

QUAIS AS VANTAGENS DA BOBINA PDV

  • Estabilidade da impressão.
  • Personalização das boninas.
  • Alta definição da impressão.
  • Velocidade da impressão.
  • Tecnologia utilizada pelas bobinas em PDV

Para garantir a qualidade das bobinas PDV, é necessário utilizar dispositivos automáticos, que sejam capazes de manter a qualidade, metragem necessária para cada tipo de máquina, grande capacidade de produção/ impressões e para a quantidade exata por produto.

 

VANTAGENS DAS BOBINAS DE PDV PERSONALIZADAS

Credenciamento ao tipo de negócio.
Detalhamento de descrições.
Transparência das informações dada aos clientes e que servem para a contabilidade.
Fortalecimento da marca.
Portanto, na hora de escolher por qual tipo de bobina optar, esteja atento as especificações citadas e as necessidades diárias de reposição, pois, não será nada bom – deixar de vender, porque simplesmente faltou bobina PDV em sua maquineta, concorda?

Fonte: Pama

Publicado em

Qual a diferença entre impressora fiscal e impressora-não fiscal térmica

impressora_fiscal_e_impressora_nao_fiscal_termicaMuitos empresários que passam a ganhar uma determinada quantia com sua empresa, ou então dependendo dos produtos que manufatura e vende, sabem da burocracia fiscal que é o Brasil. Dependendo o valor adquirido, a empresa deve prestar contas com aparelhos específicos homologados pelo governo. Um desses tramites é a obrigação da impressora fiscal. No entanto, quando o empresário pensa em adquirir determinado equipamento, ele se depara com dois tipos de produtos nos sites de lojas: impressora Fiscal e impressora não-fiscal térmica.

Mas então qual é a diferença entre uma impressora Fiscal e impressora não-fiscal térmica?

Impressora Fiscal Térmica

A impressora fiscal é utilizada para as empresas emitirem em suas vendas o cupom fiscal para seus clientes, assim provando o valor da venda do seu produto\serviço de modo a declarar sua renda ao governo. A impressora fiscal realiza as seguintes tarefas:

  • Fechamentos de caixa (a famosa Redução Z),
  • Relatório de Vendas (chamada de Redução X),
  • Gravam os dados de vendas e cancelamentos,
  • Essas informações todas ficam gravadas no MFD (Memória Fita Detalhe), onde ficam salvos todos estes dados.
  • As Impressoras Fiscais Térmicas são fechadas com um lacre físico, para evitar que ocorram ruptura e alterações no equipamento a fim de evitar fraudes. Estes equipamentos são adquiridos e instalados por empresas credenciadas pelo governo e instaladas por profissionais capacitados.

Impressora Não Fiscal Térmica

Já a impressora não fiscal térmica é utilizada para emitir cupons, porém elas não tem o valor de um comprovante fiscal. Sua principal funcionalidade é imprimir uma espécie de recibos, que são mais difíceis de serem falsificados, já que são impressos como nos papéis amarelos, da mesma maneira como a Impressora Fiscal Térmica. É mais um comprovante de venda para a empresa assim como um comprovante de compra para o consumidor.

 

Quando minha empresa deve utilizar uma impressora Fiscal e impressora não-fiscal térmica?

 

Deve-se utilizar uma impressora fiscal térmica quando sua empresa:

  • Tiver um faturamento de R$120,000.00 ou superior por ano,
  • Que utilizam cartões magnéticos pré ou pós pagos,
  • Que utilizam balança eletrônica calculadora,
  • Que utilizam equipamentos de automação com o objetivo de registrar transações comerciais.

Os usos da impressora não fiscal térmica atendem as seguintes necessidades:

 

  • Empresas que utilizam o sistema de senhas para filas (bancos, hospitais, etc…) que precisam cuidar para que as senhas não sejam alteradas,
  • Ticket de estacionamentos com comprovantes para ambos os lados provando que o carro entrou ou saiu da garagem,
  • Entre outros usos que podem facilitar muito a vida dos empreendedores e evitar fraudes por pessoas má intencionadas.
  • As empresas que vendem impressoras emissoras de cupons, sejam elas fiscais ou não fiscais, oferecem outros produtos que trabalham junto deste equipamento que podem agilizar o processo da empresa e vender mais, como monitores touch para o sistema e leitores de código de barras.

Fonte: Data Plus

Publicado em

Bobinas de papel: cuidados e utilidades

bombinas de papel

As bobinas de papel são aliadas de muitos profissionais, e as áreas podem variar muito. Sendo possível encontra as bobinas de papel do escritório à construção civil. Apresentando muitas diversidade de utilização e isso acontece graças a sua usa praticidade, durabilidade e sua qualidade. Normalmente as bobinas de papel são produzidas em papel tipo Kraft, apresentando nível alto de resistência. Graças a isso ela pode ser usada como forma de proteção para objetos, também podem cumprir função isolante, estabilizando objetos e os protegendo da umidade.
Quando se fala de bobinas de papel é comum pensar logo em escritório, com toda a certeza, pois é facilmente encontrada em escritórios. Podem servir como protetores de objetos que necessitam de cuidado específico. Podem ser usadas em caso de pintura, para proteger chão ou objetos das indesejáveis gotas de tinta.

Bobinas de papel: venda

Assim como é facilmente encontrada nos escritórios, nas lojas que vendem material para esse tipo se beneficiam muito o com as bobinas de papel. Seus consumidores utilizam muito e a venda pode ser feita por metro.

Cuidados com as bobinas de papel

No transporte e armazenamento, deve ser tomado alguns cuidados para evitar o amassamento do tubete e algumas outras deformidades no corpo e na extremidade, umedecimento e ressecamento, podendo ficar também enrugado. Esses problemas devem ser evitados para que não aconteçam paradas de produção (gráfica) das máquinas.
O armazenamento deve ser feito no sentido vertical, as bobinas não podem quicar ou serem arrastadas pelo chão. O ambiente deve ter piso limpo e sem irregularidades, pois pode causar avarias no corpo da bombina.
Com uma grau de simplicidade pode-se evitar grandes gastos desnecessários. Com alguns cuidados é possível ter melhoria nessa produção.

Bobinas de papel: recicle

O consumo de papel no mundo é grande, com muita necessidade das empresas. Mas, um diferencial é que cada pessoa pode fazer a sua parte na coleta seletiva e jogar a bombina de papel no lixo reciclável. Assim, podendo dar origem a um novo produto.